Sistemas de nomes de domínio: não são todas as pessoas que conhecem isso. Porém, quase todo mundo já ouviu falar da denominação na língua inglesa, através da sigla DNS. A seguir mostraremos o que é um DNS, e como esse sistema pode acelerar a internet. 

Todos os detalhes sobre o que é um DNS

Como descrito, DNS é uma sigla para Domain Name System. Essa nomenclatura busca definir um sistema hierárquico e distribuído de nomes para computadores, de modo gerenciado.

Além disso, o DNS é também um sistema hierárquico e distributivo de serviços ou máquinas ligadas à internet ou rede privada. Entende-se por máquinas não só computadores, porque o DNS está presente também em celulares e outros dispositivos.

Na prática, o DNS associa várias informações ligadas aos nomes de domínios com cada entidade participante. Essas informações, distribuídas, são associadas pelo DNS com os endereços de IP.  Desse modo, pela natureza distribuída do DNS, o tamanho do banco de dados é ilimitado.

Ainda sobre a natureza ou infraestrutura do sistema, o DNS tem uma arquitetura cliente/servidor. Isso significa que o sistema pode fazer a associação de diversos servidores e endereções de IP, com nomes repetidos ou não.

Assim, pode-se dizer também que o DNS é um sistema de identificação, que permite localizar hosts num determinado domínio na web.

Uma exemplificação torna mais claro o que é um DNS e qual sua importância. Há duas maneiras de identificar um site, por exemplo. Uma delas é por meio do domínio do endereço do site (.com, com.br, .org, .net).

Outra maneira de identificação é através do endereço de IP associado com o endereço da página. Comumente, um endereço de IP é composto de dez números divididos por blocos separados por pontos. Para deixar ainda mais claro, o endereço de IP lembra o número de um CPF.

Todos os endereços de IP carregam uma camada de rede, que determina a localização física ou virtual de uma máquina. Todos os nomes de domínio contam com um auxiliar de memória, tecnicamente chamado de mnemônico. É neste contexto que surge o mecanismo de DNS.

Funções do DNS e links para despertar a curiosidade

Na ótica apresentada acima, o DNS tem a função de resolver um nome de domínio, bem como um endereço de IP. Assim, o DNS serve para identificar e mapear nomes de hosts da internet de dados.

Outra função do DNS, consequentemente, consiste em mapear os endereços eletrônicos para nomes de host. Soma-se ainda o fato de que o DNS pode armazenar uma infinidade de dados, de qualquer finalidade, aliás.

No Youtube, o professor Márcio Lima explica o que é DNS em comparação com outro protocolo, o DHCP. Como o conteúdo do professor é voltado para quem pretende fazer realizar concurso, a didática é mais clara. Confira a aula, nesse link.

Por fim, vale recomendarmos ainda o vídeo da NIC.br que mostra a importância do DNS nas redes. Assim como os demais vídeos listados acima, o conteúdo da NIC.br é curto e objetivo.

Desse modo, em menos de 10 minutos é possível entender o que é DNS e explicar esse protocolo para outras pessoas. Clique aqui para visualizar o vídeo da NIC.br.

Como e porque o DNS pode deixar e internet mais rápida?

O desempenho da velocidade de internet está diretamente ligado com os desempenhos do DNS e de seus servidores. Quanto mais um sistema de DNS contar com diversos servidores espalhados pelo mundo, melhor será para os usuários.

Isso ocorre porque a distância física dos servidores para a atualização de dados é determinante para utilizar a internet. Um bom DNS espalhado no mundo, desse modo, aumenta as chances de requisitar uma identificação e mapeamento de hosts, IPs, etc.

Na prática, isso significa que um bom DNS irá identificar de forma mais rápida e precisa um endereço de IP solicitado. Além disso, um bom DNS não irá encontrar e entregar aos usuários um endereço de IP incorreto.

Traduzindo para o dia a dia das pessoas e empresas, DNS acaba fazendo a função de “carregar” o conteúdo da web. Não que sua função seja especificamente. Porém, com o mapeamento que o DNS faz de host, endereço IP, etc., carregar sites se torna mais fácil. Lembrando que todo esse processo é feito em computadores, tablets, celulares ou qualquer outro aparelho conectado à internet.

Em síntese, um DNS com uma lista atualizada de IPs recebe e entrega as informações de maneira mais rápida. Além disso, a comunicação de um bom sistema de DNS com demais servidores é mais eficaz.

Para o usuário, isso diminui o tempo de espera para acessar conteúdo na web. Quando uma página carregar muito rápido, é um sinal que o DNS já conta com a atualização daquele endereço de IP.

Ele não só conta como também tem um armazenamento de dados ligados ao endereço de IP e de máquina que o acessa. Por esses e outros motivos que o número e a localização de IP são importantíssimos.

Outros links para ir além do básico

Para explicar o que é um DNS e sua relação com o desempenho da internet, vale conferir um conteúdo extra. No Youtube, o Canaltech explica como o DNS pode aumentar ou diminuir o fluxo de desempenho da internet.

Além disso, nesse vídeo de apenas poucos minutos é possível conferir uma descrição básico e claro do que é DNS.

Vale a pena ainda fazer uma busca na web sobre o tema. Sem dúvida, atualmente há um conteúdo diversificado sobre com o DNS aumenta a velocidade da internet.

Além disso, em sites e blogs especializados em informática há informações sobre diversas perceptivas sobre o que é um DNS.

Para quem quer fugir ou ir além do básico, é fácil encontrar sites especializados, que trazem informações mais técnicas e aprofundadas.

No mais, é mais do que recomendável conhecer a loja virtual da Login Informática.

O portal traz tudo sobre o universo da informática e de produtos diretamente relacionados.

Gostou? Compartilhe ;)