Muitas pessoas utilizam o computador para jogos. Pensando nisso, escolher o melhor Mouse Game é tão importante quanto a resolução, placa de vídeo, memória RAM, processador. Mas como escolher o melhor Mouse Gamer? 

Além das funções, configurações e formato, o mouse gamer precisa ser eficiente, confortável e útil. Afinal, o usuário vai passar horas jogando. Embora seja tentador optar por modelos mais baratos, em pouco tempo você vai precisar ter novo gasto, uma vez que sensores poucos precisos podem atrapalhar vários jogos. Confira 5 dicas para escolher o melhor Mouse Gamer:

 

Dica 1: Resolução = sensibilidade do mouse

 

Um mouse considerado normal (mouse de escritório) utilizado apenas navegar na internet, digitação, e outras atividade, tem aproximado 400 DPIs (Dots per Inch, ou seja, pontos por polegadas). Isso significa quantos pontos o mouse pode identificar a cada polegada percorrida. 

Os mouses gamers podem ter resolução de 2.000 DPIs, 4.000 DPIs e até mesmo 10.000 DPIs. Quanto maior o DPI, os movimentos serão mais sensíveis. Para os jogos, é fundamental, pois ele vai acompanhar com maior precisão qualquer tipo de mudança de posição. 

Mas lembre-se, alguns jogos precisam de mais precisão e os mouses com DPI mais baixo são necessários. Pensando nisso, muitos mouses gamers contam com um botão que alternam DPI. 

 

Dica 2: Sensor Laser x Sensor óptico

 

Na teoria, os mouses gamer com sensores laser são mais precisos, uma vez que a leitura dos pontos é mais apurada. No entanto, muitos mouses gamer ópticos contam com sensores bem precisos e desenvolvidos. 

A diferença é que os mouses a laser identificam melhor as superfícies, por isso é recomendado um mousepad. 

 

Dica 3: Conexão Wireless ou USB?

 

Para se conectarem com computadores ou notebooks, os mouses podem utilizar conexão Wireless ou USB.

Os mouses wireless ou sem fios proporcionam maior liberdade de movimentos e são alimentados por bateria ou pilhas. Para não ficar sem o mouse no meio do jogo, opte por modelos que contém indicador de bateria. 

Já os mouses com conexão USB contam com a alimentação de energia constante, no entanto o tempo de resposta pode ser um pouco mais lenta.

 

Dica 4: Ergonomia e formato

 

Ergonomia e conforto são tão importantes quanto resolução. Comece escolhendo modelos para destros ou canhotos, pois os botões e posição de cursor são diferentes. 

Próximo passo é escolher o tipo de pegada: claw, fingetip ou palm.

A pegada claw é mais popular para os jogos de ação, pois os dedos e pulsos ficam apoiados no mouse e a palma arqueada, o que facilidade a velocidade de cliques e uma maior precisão nos movimentos. 

Já a pegada fingetip é utilizada para jogos que demandam movimentos mais rápidos e leves, sem exigir muito da precisão. Nesse modelo, apenas as pontas dos dedos para pressionar botões e fazer a movimentação do cursor.

Conforme o nome diz, na pegada palm, toda a palma da mão fica repousada no mouse, com os dedos na posição de descanso nos botões. O modelo é mais confortável para jogos longos e que não exijam alta velocidade. 

 

Dica 5: Iluminação RGB

 

Muitos mouses gamer contam com efeitos de iluminação que ajudam na imersão dos jogos e identificar perfil rapidamente, como ajustar DPI, etc. 

 

Conheça nossos modelos de mouses gamer. Acesse a Login Informática.

 

 

 

Gostou? Compartilhe ;)