Não basta falar somente em um mercado gamer. Na contemporaneidade, há uma cultura gamer extremamente fortalecida. Para conhecer melhor esse universo em expansão, que tal conhecer 5 coisas essenciais que todo gamer deveria saber?

Todo gamer deve conhecer as diferentes plataformas para jogos

Podemos usar uma referência da célebre frase da filósofa Simone de Beavouir para falar do surgimento de um gamer. Assim, “Ninguém nasce gamer, torna-se gamer”. Isso significa que por mais que poucos de nós tenhamos crescido em um ambiente cheio de games, a maioria das pessoas não.

Em outras palavras, um gamer se desenvolve com o tempo. Desse modo, a primeira coisa que gamers deveriam ter é um conhecimento geral, aplicado de maneira gradual, sobre os jogos. Nesse caso, vale de tudo: é preciso jogar, ouvir, falar e ler sobre games.

Não basta somente conhecer os jogos. Qualquer um de nós que queria se aventurar no universo gamer preciso conhecer os principais consoles. Para ampliar ainda mais os conhecimentos, vale conferir ainda os diversos tipos de plataformas para jogos.

Se nós conhecermos os meios (consoles e plataformas), conheceremos o conteúdo ofertado nos meios, os jogos em si. No aspecto geral do que foi descrito, que tal conhecer os três tipos de gamers tendo como referência as plataformas?

Existe o gamer que gosta de jogar pelo computador, o PC Gamer. Há também que prefere os consoles, o Video Gamer. O terceiro e último é Table Gamer, aquele que prefere jogos de mesa e tabuleiro.

Às vezes, como muitos de nós, um PC Gamer pode migrar para o Vídeo Gamer ou Table Gamer. Alguns grupos até estabelecem regras para isso. Porém, o que vale é a liberdade de cada um jogar como quiser, e com quem quiser. Desde que o outro aceite o desafio, a cultura gamer estará mais fortalecida, independente do meio ou plataforma.

Gamers deve conhecer os diferentes tipos de gamers

Assim como há classificação de gamers de acordo com a plataforma, há também a classes da gemers em si. Alguns exemplos nos ajudam a entender essas classificações. Existe o gamer casual, player que prefere jogar de modo moderado.

Varios tipos de games

Esse tipo de gamer não se preocupa muito com missões ou fechar o jogo. Já o Hardcore Gamer passa as horas de lazer jogando, sempre no nível mais difícil de jogabilidade. O terceiro é o Retrogamer.

Para esse tipo de gamer, o que vale é jogo antigo de uma safra famosa de games. Não tenhamos dúvidas, o retrogamer adora um árcade.  Um quarto tipo de gamer é o Import Gamer. Para esse tipo de gamer, o que vale é jogar e colecionar jogos internacionais e importados.

Outro gamer importante no cenário atual é o Cyber atleta. Esse gamer é profissional, é um pro gamer. A missão dele é se especializar em alguns jogos, disputar torneios e, de quebra, faturar aquela grana.

O pro gamer pode até brincar, mas se rolar um campeonato valendo dinheiro melhor para ele. Além disso, o pro gamer se preocupa com rankings em torneios e está sempre interessando em se aperfeiçoar. Normalmente, um pro gamer segue uma rígida disciplina diária como player.

Próximo do gamer casual há o gamer regular. Esse, por sua vez, tem um interesse passivo e despretensioso por jogos. Esse tipo de gamer prefere os games de esportes, RPG e alguns jogos de ação. Não podemos nos esquecer, ainda, dos gamers hackers e dos gamers definidos por sexualidade.

O primeiro gostar de burlar regras, alterando as características dos jogos, seja manualmente ou através de softwares. O segundo, como o nome indica, se for homem, gosta de “jogos de meninas”. Se o gamer for menina, gosta de “jogos de menino”.

Todo gamer deve saber sobre eventos e literatura especializada

Leitura especializada

A terceira coisa que todo gamer deveria saber está relaciona com a parte intelectual da cultura gamer. Até para isso existem algumas classificações. Por exemplo, há o pseudo-gamer renascentista.

Essa figura adora ler spoilers de jogos, e não troca por nada os vídeos de game play do Youtube. Às vezes o pseudo-gamer renascentista nem jogo, mas sabe tudo sobre os jogos porque aprendeu lendo ou no Youtube.

Já o pseudo-gamer empático faz a mesma coisa que o renascentista, mas opta por jogar buscando uma sensação, um prazer. Por fim, há o pseudo-gamer Erudito. Em síntese, é aquele cara ou menina que lê tanto spoilers de games que há jogos que muitos nem conhecem.

Essa figura sabe absolutamente tudo sobre os jogos, na teoria. Na prática, alguns até fogem do controle. Porém, isso não é uma regra.

Além conhecer a parte teórica, um gamer deveria participar de eventos sobre vídeos games e cultura gamer. Esses eventos podem ser voltados para promover a cultura gamer e sobre lançamentos de jogos ou consoles. Vale ainda criar o próprio evento, dentro de uma temática, de um jogo específico, por exemplo.

Todo gamer deve ter seu clã e saber gírias gamers

A quinta é última coisa que todo gamer deveria saber está relacionada ao micro universo gamer. Ter um grupo ou diversos grupos no Whatsapp sobre games é fundamental.

Clã

O grupo pode ser de gamers que adoram só um tipo de jogo ou que preferem uma série de games famosa. Vale ainda entrar em grupos de gamers no Facebook e curtir as principais páginas de games nessa rede social. O Twitter também é um excelente espaço para discussão e para receber novidades do universo gamer.

Participar de fóruns gamers também é fundamental. Existem diversos disponíveis na web. Alguns deles são públicos. Outros, porém, precisam da autorização de um administrador ou mediador para entrar. Porém, vale uma dica para todos nós: aprenda as gírias gamers antes de comentar algo, sobretudo em fóruns.

Alguns fóruns existem há anos e tem um público de participantes fiéis, meio céticos com a entrada de novos membros. Para entrar nesses fóruns, além de um pouco de humildade, vale a pena contar com o famoso QI (quem indica).

No mais, vale a pena conferir o espaço de games da loja virtual da Login Informática. Todo gamer deve conhecer a loja.

Gostou? Compartilhe ;)