Você pode não acreditar, mas o seu celular também pode ser infectado por vírus. Lembrando que os smartphones são uma espécie de computadores portáteis, é importante ter certos cuidados com a segurança, assim como temos com os notebooks e PC para se  prevenir dos vírus para celular.  Mas, é possível evitar os ataques, pois há formas de se prevenir dos vírus para celular.

Os smartphones estão cada vez mais presentes na vida dos brasileiros. Por conta da conexão com a Internet, com o celular é possível enviar e-mails, mensagens de textos, acessar sites e redes sociais. Esses aparelhos contêm uma quantidade grande de dados, incluindo fotos, vídeos, dados bancários, etc. Portanto, é imprescindível se preocupar com a segurança dos smartphones, pois eles estão vulneráveis a ataques.

Ameaças de segurança para um smartphone

Os smartphones são similares a um computador, por isso eles estão também expostos às ameaças de vírus e ataques de hackers que na maioria das vezes, estão em busca de dados.

Os dados pessoais se tornaram bastante valiosos. Muitas empresas pagam caro por cadastro com nomes, e-mails, telefones. A maioria dos usuários não percebem a quantidade de informações importantes que são digitadas em seus smartphones, como endereço, localização, dados de cartão de crédito, local de trabalho, contatos e conta bancária.

Sintomas de um smartphone com vírus

Quando um smartphone está infectado com vírus, ele apresenta determinados sintomas, tais como:

  •         Aquecimento;
  •         Abertura de aplicativos e funções sozinhos, sem o comando do usuário;
  •         Lentidão;
  •         Configurações diferentes;
  •         Consumo de bateria e 3G em excesso;
  •         Aparecimento de Apps que não foram baixados pelo usuário;
  •         Funcionamento fora do normal;
  •         Cobranças indevidas em caso de celular pós-pago;
  •         Cartão de memória que enche rapidamente;
  •         Pop-ups e propagandas com anúncios suspeitos.

Por conta do crescimento da acessibilidade, a quantidade de vírus também aumentou consideravelmente. O usuário não tem controle sobre sites e muitas vezes, acaba instalando algum software malicioso, podendo perder todo celular.

Mesmo que tenham a mesma finalidade, os vírus de celular são diferentes do vírus de computador. Os que chegam no celular funcionam de outra maneira, pois as configurações de segurança, processadores e outros periféricos são distintos nos dois equipamentos.

Os vírus estão cada vez mais potentes, disfarçados e mutáveis. É importante o usuário pesquisar sobre vírus, quais são os atuais, como agem, qual é o principal alvo, etc  para que assim possa se prevenir dos vírus para celular. 

4 formas de se prevenir dos vírus para celular

Há diversas medidas de segurança que o usuário pode implementar no dia a dia para evitar o ataque de vírus. Confira as 4 formas de se prevenir dos vírus para celular:

1.      Atualização do sistema operacional

Manter o sistema operacional do smartphone atualizado, é a primeira forma de se prevenir dos vírus. Nas atualizações, as empresas de telefonia aproveitam para corrigir possíveis erros e aumentar a segurança do smartphone em relação à versão anterior.

Além disso, é de extrema importância realizar backup semanal para manter cópia de todos os seus dados importantes em outro lugar.

2.   Aplicativos e programas

A instalação de aplicativos e programas é muito comum nos smartphones. Muitos já saem diretamente dos fabricantes, como Facebook, Instagram e outros. Mas, é fundamental, conhecer a origem dos programas e aplicativos. Por isso, os aplicativos devem ser baixados somente das lojas oficiais equivalentes ao sistema operacional do smartphone: sistema IOS e na App Store e Android é no Google Play.

Além disso, conheça os desenvolvedores dos aplicativos, veja a classificação do app, leia comentários para verificar se é de confiança. Também, fique atento as permissões que os aplicativos demandam e desconfie de um aplicativo que pede algo que tem ligação com sua função.

3.   Atente-se as senhas fracas

Muitas pessoas têm preguiça de criar senhas com números, letras e sinais, mas são essas senhas que vão dificultar o roubo de dados do seu smartphone. As senhas curtas apenas números são consideradas fracas e aumentam bastante o risco de infecção.

Além disso, prefira utilizar senhas diferentes para os diversos serviços na internet, para dificultar o serviço dos hackers. Para guardar todas as senhas, utilize um caderninho ou baixe um aplicativo de uma empresa confiável.

4.   Antivírus

Assim como em notebook ou computadores, é possível baixar um antivírus no seu smartphone. Para o sistema operacional Android há diversas opções: ESET Mobile Security, Kaspersky Mobile Security, Norton Mobile Security, F-Secure Mobile, Security e Avast Mobile Security. Todos possuem a mesma funcionalidade. Eles fazem varredura nos arquivos e sugerem o que precisa ser excluído.

No entanto para o IOS, a busca por antivírus é mais complicada. A Apple Store retirou grande parte dos aplicativos da loja, portanto quase não existe opção de antivírus. A Apple avalia os serviços que serão ofertados para os usuários e caso determinado antivírus não cumpra o prometido é excluído da loja.

Não basta apenas baixar o antivírus, ele precisa estar em constante atualização. Após um ano, em geral, as empresas cobram para atualizar o antivírus. É importante não deixar essa atualização pendente, para não facilitar o acesso de vírus e hackers  e com isso se prevenir dos vírus para celular.

Outras dicas para se prevenir os ataques de vírus

Mantenha o cuidado ao se conectar a redes wi-fi abertas e compartilhadas.

Não clique em links enviados por mensagens, redes sociais ou e-mails.

Desabilite dados, bluetooth e wi-fi quando não estão sendo usados.

Formate o smartphone antes de comprar, caso seja usado.

Não acesse sites desconhecidos.

Não conecte o smartphone via USB em computadores desconhecidos ou suspeitos.

Celular infectado e agora?

Caso seu smartphone seja infectado, você pode fazer um backup dos arquivos mais importantes e passar o antivírus. Se souber a origem do vírus, apague o aplicativo e troque todas as suas senhas de banco, redes sociais e e-mail.

Se o antivírus não encontrou nada, apague o app e reinstale, pois ele virá atualizado. Depois, peça uma verificação geral. Se isso não retirar o vírus do seu celular, será preciso reinstalar o sistema operacional.

Essa outra forma mais radical é restaurar o celular para o padrão de fábrica. Mas lembre-se, ao fazer isso, todos os dados e aplicativos serão apagados, portanto é importante fazer backup de tudo antes.

Gostou das dicas? Confira os melhores smartphones na Login!

Gostou? Compartilhe ;)